09 julho 2007

Guerra e Paz



"a cabra urbana passou a semana a ser dura e a dar porrada nos outros e até ela se sente cansada. trabalhou todos os dias, sábado e domingo incluídos, e mesmo que nunca o admita está a precisar de uma folga. gritou, deu reprimendas, escapou a umas quantas armadilhas e teve que fazer uma directa para encobrir um raro erro seu. não foi bem um erro, mais uma distracção. sexta-feira, sai de manhã para o emprego mais abatida, embora seja difícil percebê-lo por baixo dos grandes óculos escuros que faz questão de usar. sobe no elevador acolchoado e entra no edifício quente. recolhe o café com açúcar e leite da assistente, que cada vez exibe um ar mais infeliz, as raízes pretas a furarem o loiro baço, os lábios descoloridos, a roupa desmazelada. senta-se na secretária e liga o computador. faz log on no messenger, mas nem espera para ver quem está online. é demasiado cedo para conversas virtuais. username: urban bitch. password: imthebitch. a cabra urbana gosta de relações cibernéticas, porque não tem que aturar pessoas de carne e osso e pode manter uma distância confortável."

Obra de ficção de Joana Cabral, produtora de televisão nascida em Lisboa, que amanhã conversa com Antonieta Lopes da Costa, em 90.4 fm.

3ªf- 10.35

2 Comments:

Anonymous António Santos said...

Só por aqui já se vê que isto promete. Vou ouvir esta entrevista.

09 julho, 2007 22:28  
Anonymous Anónimo said...

Que grande cabra. Já não cheguei a tempo do livro.

10 julho, 2007 12:24  

Enviar um comentário

<< Home